«Você gosta de se mascarar de chaminé ou é apenas candidato a morto?»


LauraBM @ 22:13

Sex, 11/08/06

mulherdebrucos.jpgRealmente a saúde não tem andado boa.
A questão das depressões contínuas, resume-se numa só que parece andar comigo desde os meus tenros anos de criança.
São daqueles problemas que a gente traz da meninice e andam montados nas nossas costas durante anos, enquanto infernizamos a vida dos amigos e familiares, quando não a nós mesmos.
Um dia, acerca disso, alguém nos sopra algo no ouvido, ou a gente, de tão infeliz com a n/própria pessoa, resolve pôr-se em campo.

A mim foi a Ana Suzuki que me soprou algo, embora eu já andasse «a cair da boca aos cães», como se costuma dizer: - Vai ao médico e fala com ele. Pode ser depressão!

E vai daí, médico para cá e para lá, consulta atrás de consulta, análises atrás de análises, mais exames e chatices, resolve o médico mandar-me tomar um medicamento para a depressão.
Tomei! Andava a dormir em pé e não conseguia fazer nada.
Voltei lá e tomei outro! Andava eléctrica e o coração estava a ressentir-se porque eu não parava nem para descansar e o sono estava alteradíssimo.
Fiz tanta coisa atrasada aqui em casa que vocês nem imaginam. Foi uma limpeza desde pintar portões, arranjar plantas, retirar canteiros, coser roupa, arquivar papelada, etc. Até móveis tirei do sítio, limpei e pintei paredes.
Ora eu… que sempre dormi tão bem!...
Volto lá e o médico já não sabe o que me há-de receitar. Que droga!!!!!!!!!!!!!!!!
E o raio dos medicamentos para a depressão dizem que, quando se pára, se deve esperar um tempo até recomeçar a tomar outro. Que grande droga!!!!!!!
Então, afinal, durmo ou trabalho ligada à ficha eléctrica? Parece não haver meio termo!!!!! rsssss

De momento, estou a tomar um medicamento que a minha amiga me indicou e resulta muito bem com ela que sofre de depressões há imensos anos. Também experimentou vários medicamentos até acertar com um que a deixa mais normal.
Claro que não se deve fazer isto mas, então? E se o médico não sabe, quem é que vai saber?
Reduzi ao mínimo a dose do medicamento. Se partir mais o comprimido acho que não fica nada. Ele já é mínimo!!!!!!!
Vou experimentando, após ter rodado esta Internet na busca de artigos sobre depressões. Sempre aprendi alguma coisa e fiquei melhor informada sobre esta questão.
Falei com o médico que não viu nenhuma contra-indicação no remédio.
Então, vamos nisto! Não posso andar a dormir em pé nem electrizada, não é?
------------------
8/10/2005
Laura B. Martins


Sandra Gaspar @ 02:47

Sab, 05/05/07

 

Gostaria de saber qual o antidepressivo k tomou k lhe deu tanta energia.
Tb sofro de depressao e nao consigo encontrar o mais adequado para mim. Estou desesperada pq todos os k tenho tomado me tiram aangustia, mas tb a energia.
Sandra Gaspar

SOMOS MUTANTES: Deepak Chopra

Bem vindos ao meu Blog.
Tentarei transmitir algumas dicas importantes, distraí-los e diverti-los também.
Os artigos do blog não são substitutos da consulta médica mas uma directriz, compatível com o discernimento de cada visitante. ===== Obrigada!
mais sobre mim
* Meter o nariz no blog...
 
*Antiguidades óptimas
links
blogs SAPO